Com a Go Runners, Cláudia Macedo treina forte para duas meias em 2020

Com a Go Runners, Cláudia Macedo treina forte para duas meias em 2020

2 de fevereiro de 2020 5 Por Paulo Prudente

A professora universitária Cláudia Macedo, 52 anos, começou a correr há cerca de sete anos. Parou por um tempo e voltou em dezembro de 2017. Algum tempo depois entrou para a Go Runners Escola de Corrida, em Natal-RN, onde mora. Com a equipe, correu sua primeira meia maratona. Algo que ela espera repetir duas vezes em 2020. Confira!

“A primeira vez que corri foi no projeto de qualidade de vida da UFRN, em 2013. Participei durante um ano e meio. Parei por que tive Chikungunya e só voltei a correr em dezembro de 2017. Desde então não parei mais e não pretendo parar. Conheci o Fabiano Pezzi, pois moramos no mesmo condomínio. Oito meses depois eu disse para ele que queria ir para rua, queria treinar com outras pessoas, queria fazer parte da Go Runners.

Acho que minha evolução tem sido maravilhosa (risos). Em 2019 fiz a minha primeira meia maratona, no Rio de Janeiro. Foi emocionante! Uma superação física e mental! Este ano, no primeiro semestre, tenho um desafio pessoal: duas meias, em Santiago do Chile e novamente no Rio de Janeiro.

A assessoria é essencial para manter a motivação lá em cima e para evoluirmos. Na Go Runners temos profissionais competentes, que sabem o que é melhor para cada pupilo, que é como chamam os alunos. Na família Go Runners o cuidado com cada um é notório. Todos os professores se preocupam com o nosso bem-estar. Os colegas e os professores estão sempre nos motivando. A melhor coisa que fiz foi participar de uma assessoria. Meu desempenho nos treinos está muito bom. A assessoria de corrida, assim como preparação física própria para corrida e nutrição são importantes.

Não tenho dificuldade para conciliar treinos com trabalho. Quando tenho treinos mais longos durante a semana não me importo de acordar cedo, de madrugada mesmo, para treinar. É só uma questão de adaptação do corpo. Sei que depois do treino meu dia será bem melhor e a minha disposição … ahhh essa não tem pra ninguém! A corrida interfere positivamente em tudo e me dá energia para enfrentar e resolver situações do dia a dia.

Meu sonho nas corridas é seguir correndo e completando as provas sem lesões e sem dor. A corrida para mim tem significado de qualidade de vida. Não me preocupo com pace e sim com meu bem-estar.”